Saiba como se proteger e prevenir dos prejuízos causados pelos raios

28/11/2013 / Fonte: CDN Comunicação Corporativa

 

Começou a temporada de raios nos Brasil, o país com a maior incidência do fenômeno no mundo. Segundo o Inpe, são mais de 50 milhões de raios por ano, concentrados, principalmente, entre os meses de outubro e março, e, por isso, geram preocupação e devem ser motivo de alerta.

Além de representar perigo ao ser humano, essa descarga de energia pode danificar eletrônicos e eletrodomésticos, aumentando as despesas. Nos últimos 3 anos, o Grupo BB E MAPFRE atendeu 55,5 mil ocorrências de danos elétricos (reposição e reparação de aparelhos danificados em decorrência da oscilação elétrica) em residências e empresas seguradas pela companhia, totalizando uma indenização de R$ 145 milhões. No Estado de São Paulo, local com alta incidência de raios, foram mais de 15,14 mil sinistros, 27% de todo o país.

"O ciclo de raios já está começando, com maior intensidade a partir do mês de dezembro, e causando perdas em muitas residências e empresas. Nossos dados mostram que 38% das ocorrências acontecem durante o verão, mais que as demais estações do ano. É importante que a população saiba que a seguradora tem um papel relevante nesse momento, pois auxilia o cliente e repõe seu prejuízo", afirma Tulio Dias Carvalho, superintendente de Sinistros do Grupo BB E MAPFRE.

Sete atitudes que você pode adotar para evitar prejuízos:

· Fique atento com a manutenção do sistema elétrico da sua residência ou empresa. Certifique-se que tenham circuitos elétricos compatíveis com os aparelhos e os equipamentos utilizados no dia a dia.

· Se julgar necessário, procure a ajuda de profissionais e instale um pará-raio para aumentar a proteção do seu imóvel.

· Se você mora em apartamentos, procure a administração do seu condomínio para se certificar que o pará-raio esteja em condições ideais. A instalação do equipamento é obrigatória por lei.

· Durante tempestades evite utilizar aparelhos eletrônicos conectados à fonte de energia (televisão, computador, microondas, etc.).

· Também procure se afastar de tomadas, janelas, vidraças e portas metálicas e não atenda o telefone, exceto se o aparelho for sem fio.

· Se possível, instale estabilizadores de energia, como módulos isoladores ou no-break, nos aparelhos que necessitam estar diretamente ligados a rede elétricas (como computadores, impressoras etc.).

· Não utilize uma única tomadas para vários aparelhos.

O especialista também aponta que, caso não seja possível evitar o problema, o consumidor deve entrar em contato com a sua seguradora. "A indenização por danos elétricos é uma cobertura importante e complementar, escolhida no momento da contratação da apólice. Na dúvida, entre em contato com seu corretor / seguradora, que terá uma equipe especializada para orientar sobre como você pode proceder", explica Carvalho.


Categoria: Notícia

Publicado em:

© 1996-2018 Grupo Forster - Todos os direitos reservados! - Administradora e Corretora de Seguros - é mais SEGURO na FORSTER.

by Redbit