Seguro de carro: quais fatores determinam o valor das parcelas?

 

SÃO PAULO - Ao contratar um seguro para automóvel, muitas dúvidas surgem na cabeça do consumidor. Além de não compreender bem os termos usados pelo mercado e algumas cláusulas do contrato, você não entende porque o seguro da sua vizinha, que tem um carro bem parecido com o seu, é bem mais barato.

Isso porque, na hora de calcular o valor do prêmio do seguro, as empresas consideram vários pontos, como as condições do veículo, a marca, o ano de fabricação, a região de tráfego e garagem, o perfil do motorista, o valor da cobertura e a franquia.

Cálculo dos custos

Em primeiro lugar, as seguradoras consideram a marca do veículo para determinar o valor anual do seguro. Isso porque as marcas mais visadas pelos ladrões oferecem maior risco, implicando em prêmios mais altos.

Já a relação do ano de fabricação com o seguro é a seguinte: os veículos mais novos custam mais para serem repostos, por isso, seu seguro é mais caro. Entretanto, automóveis muito velhos não são aceitos pelas seguradoras, pois o desgaste das peças os tornam mais sujeitos a riscos.

Segurança

O local onde o veículo fica estacionado também é um ponto determinante no preço do seguro, isso porque, um carro que fica na garagem tem menos chances de ser roubado do que um que permanece muito tempo estacionado na rua.

A região em que o veículo transita a maior parte do tempo também pode baratear ou encarecer o seguro, uma vez que as empresas avaliam os riscos de roubo e de acidente de cada região da cidade.

Perfil do motorista

Além do histórico de acidentes do condutor, as seguradoras também analisam o sexo e a idade de quem dirige o carro. Além disso, o valor da cobertura também conta no cálculo do prêmio: quanto maior ela for, mais caro será o seguro.

Cobertura e franquia

Outro fator que infuencia é o valor da cobertura contratada: quanto maior ela for, maior o custo do seu seguro. Afinal, o risco financeiro para a seguradora é mais alto.

Já o valor da franquia (quantia que segurado deve pagar para ter direito à indenização) se comporta de forma inversa: quanto maior ela for, menor o custo do seguro. Afinal, uma franquia elevada significa que o segurado está assumindo mais risco para si, e repassando uma parcela menor para a seguradora.

fonte: www.infomoney.com.br


Categoria: Notícia

Publicado em:

© 1996-2018 Grupo Forster - Todos os direitos reservados! - Administradora e Corretora de Seguros - é mais SEGURO na FORSTER.

by Redbit