Cada vez mais conhecido pelos brasileiros, o seguro de Responsabilidade Civil Profissional (E&O) visa cobrir as reclamações feitas por terceiros (principalmente clientes), decorrentes de danos causados pelo segurado pelas falhas na prestação dos seus serviços profissionais.

Um exemplo recente desse tipo de falha, ocorreu em Melho Horizonte, com a queda do Viaduto dos Guararapes. Se realmente for comprovada a falha no projeto da obra, o acidente poderá ter cobertura, caso tenham contratado essa modalidade de seguro.

Mais detalhes sobre o produto em nosso site: https://www.forsterseguros.com.br/responsabilidade_civil/?id=64 

 

Falhas no projeto causaram queda de viaduto em BH, diz construtora

Viaduto desabou no último dia 3 de julho e matou duas pessoas na capital mineira

Viaduto desabou no último dia 3 de julho e matou duas pessoas na capital mineira

A construtora Cowan, responsável pela construção do viaduto Batalha dos Guararapes, que desabou há 19 dias em Belo Horizonte, afirmou nesta terça-feira (22) que falhas na concepção do projeto executivo causaram o desabamento da obra.

A informação consta nos pareceres técnicos dos especialistas contratados pela empresa para apontar as possíveis causas da queda.

'Os resultados dos pareceres técnicos sobre o projeto executivo, fornecido pela Sudecap (Superintendência de Desenvolvimento da Capital), apontou falhas de concepção provocando a queda do ramos sul do Viaduto Batalha dos Guararapes', informou a Cowan.

Segundo informações prestadas pela Cowan, o grupo mineiro Consol é responsável pelo projeto executivo do viaduto Batalha dos Guararapes.

O UOL entrou em contato com a empresa, mas ainda não obteve resposta sobre as conclusões dos especialistas contratados pela Cowan para investigar as causas do desabamento e que apontaram falhas de concepção no projeto executivo sob a responsabilidade da Consol.

Técnicos da empresa vão detalhar ainda hoje, em entrevista coletiva, os erros cometidos na obra. O diretor da unidade construtora da Cowan José Paulo Toller Motta, o calculista Catão Francisco Ribeiro e o engenheiro Eduardo Vaz de Mello divulgarão o relatório que aponta os erros.

A prefeitura de Belo Horizonte disse que analisa o relatório dos especialistas contratados pela Cowan. Em nota conjunta, a Secretaria de Obras do município e a Sudecap afirmaram que estão 'analisando o relatório apresentado pela construtora Cowan, para tomar as providências que julgar necessárias em relação ao viaduto'.

 

 


Categoria: Notícia

Publicado em:

© 1996-2018 Grupo Forster - Todos os direitos reservados! - Administradora e Corretora de Seguros - é mais SEGURO na FORSTER.

by Redbit